Coaching é o que mesmo???

Por: Sandra Maria de Sousa Pereira

Quando vivemos e convivemos muito com um tema, passa a ser tão comum para nós, que pensamos que é também óbvio para todas as pessoas.

Mas nem sempre é verdade.

Isso acontece muito com o Coaching, que vem se tornando cada vez mais popular no Brasil.

Como todo assunto que se populariza, o Coaching sofre de “mal-entendido”.

As pessoas falam do tema, dizem que acham legal, que querem fazer, até mesmo que fazem, mas a grande maioria não tem uma ideia clara do que se trata. Mas finge que sabe…

Seja porque todo mundo fala do tema e fica feio dizer que não sabe o que é, seja porque acham que entenderam o que é e estão contentes com o que já sabem.

Qualquer que seja o motivo, o Coaching, apesar de sua divulgação e popularização, continua a sofrer de “mal-entendido”.

Os próprios profissionais do Coaching (os chamados coaches) acabam por contribuir para isso, quando usam linguagem muito técnica. Ou não se preocupam em esclarecer as pessoas sobre o que realmente fazem.

Recentemente me deparei com essa questão, ao conversar com um senhor, motorista de Uber, uma pessoa simples e sábia, que me perguntou no que eu trabalhava, e eu respondi que trabalhava com treinamento e Coaching. Aí ele disse:

 “Tá na moda né? Eu vi na novela…”

Ai meu Deus… a novela de novo!!! Achei que essa história tinha acabado“… (Se você perdeu a polêmica da novela, leia AQUI uma notícia a respeito).

Ele ficou em silêncio um tempo… pensei que tinha esquecido o assunto. Até que ele perguntou:

“Coaching é o que mesmo?”

E foi assim, de um jeito meio matuto, sem querer querendo, que me lembrou Guimarães Rosa, que ele lançou a pergunta de 1 milhão de dólares.

“Coaching é o que mesmo?”

Nossa! Nessa pergunta veio embutida muita coisa, mas principalmente a intenção de quem pergunta sem querer, como se tivesse a obrigação de saber ou já soubesse, mas já tinha esquecido.

Ou de quem soubesse a resposta, mas que queria confirmar.

“Eu quase que nada não sei. Mas desconfio de muita coisa.”  (Guimarães Rosa)

Veio nessa pergunta a situação atual do Coaching, de quem todos parecem saber tudo, mas que poucos sabem realmente o que é… muitas vezes nem mesmo os que se dizem profissionais.

Já vi até muitos “profissionais” dizendo que são “Coaching”… Enfim, confusões do não-saber em Inglês.

Já vi profissionais tentando explicar o Coaching usando termos muito técnicos, coisas sobre levar do ponto A ao ponto B, criar a melhor versão de si mesmo etc. Tudo muito válido e verdadeiro, mas um pouco batido e até difícil de entender.

Então, Coaching é o que mesmo?

E eu me vi ali, com o tempo de uma corrida curta, para dar uma explicação rápida, simples e direta.

Acho que preciso voltar a fazer coaching para isso, pensei!!!

Então expliquei ao simples-sábio motorista que Coaching é um processo que ajuda as pessoas a atingirem seus objetivos mais rapidamente.

É uma atividade em que a pessoa pensa sobre si mesma e sobre o que quer e, com a ajuda do coach (profissional do Coaching), passa a se conhecer melhor, seus talentos, competências, valores e crenças, podendo, assim, definir melhor e buscar mais efetivamente seu objetivos.

Aí ele perguntou: É igual a Psicólogo?

Ai ai ai... eu vi que estava complicando…

Expliquei que não.

De um modo geral, o Psicólogo ajuda as pessoas a se entenderem melhor, a resolver as questões de sua vida que atrapalham o seu desenvolvimento, como traumas, por exemplo. Ajuda a enfrentar situações difíceis, a superar momentos de perda e de mudanças.

Normalmente, o psicólogo ajuda a curar ou enfrentar problemas que vêm do passado, da infância, dos relacionamentos e experiências mais difíceis.

Já o Coaching trabalha com a pessoa que está razoavelmente saudável e bem, que quer se desenvolver, crescer e criar um futuro mais pleno e mais de acordo com os seus sonhos e projetos.

Até aí estava tudo bem… assim pensei…

Então o Coaching é igual a dar conselhos?

Não quis nem entrar no assunto do mentoring… do counseiling etc…

Não. O coach não dá conselhos.

O coach ajuda a pessoa a pensar, a encontrar suas respostas, seus próprios caminhos.

O Coach não precisa nem entender do assunto que o cliente quer desenvolver. Basta fazer perguntas, ajudar a refletir, a pensar.

Ele ficou me olhando, meio suspeitando de que eu não fazia era nada.

E eu vi a pergunta ainda boiando no canto do olho:

Mas, Coaching é o que mesmo?

A corrida acabou, nos despedimos…

E eu fiquei pensando que nossa cultura ainda tem arraigada a concepção de consertar o que está errado, de buscar pontos negativos, de ter alguém que nos diga o que e como fazer para chegar onde queremos. E tudo o que faz as pessoas pensarem por si mesmas ainda é muito difícil de entender – e de explicar.

É mais fácil dizer o que o Coaching não é: não é treinamento, não é terapia, não é consultoria, não é aconselhamento.

O Coaching é um processo poderoso de tomada de consciência e empoderamento (me perdoem os puristas por essa tradução de empowerment).

Com perguntas, tarefas e ações focadas, o coach (profissional) conduz o processo de Coaching visando a levar o coachee (cliente) a refletir, se conhecer melhor e se conscientizar de seus talentos, objetivos, desejos e potenciais, criando por si e para si mesmo um caminho de desenvolvimento e de uma vida mais plena.

Simples assim, tá? 

E se mesmo assim, você ainda pergunta: “mas, Coaching é o que mesmo?”, recomendo passar por um processo de Coaching!!! Tem coisas que só vivendo a gente entende…

“Mas, onde é bobice qualquer resposta, é aí­ que a pergunta se pergunta.”

(Guimarães Rosa)

 

Um comentário

  1. Adorei o texto e acho que ê a realidade de muitos Coaches ter dificuldade para explicar para as pessoas o que é Coaching. Há pelo menos três dúvidas: se eu explico “enxuto” corro o risco de má interpretaçao, se dou uma explicação rápida, porém abrangente, corro o risco de ter de explicar tudo de novo, pois quando você já está la no final o cliente já esqueceu o começo e desencadeia outras perguntas. Por fim se eu decido tentar marcar uma sessăo para então comodamente em seu escritório explicar usando métodos audio visuais etc, corro o risco de perder de vez a oportunidade de cumprir seu objetivo como Coach, o de ajudar as pessoas a atingirem o delas.
    Acho que deve ter um curso só para aprender a falar sobre o que ele é para as pessoas.
    Muito pertinentes as frases de Guimarães Rosa, principalmente a última sobre “bobice…a pergunta…pergunta…”
    Amei tudo.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s